canal 2.1

CANAL 513

FM 97,7

CANAL 20.1 (PARINTINS)

FM 95.9 (Parintins)

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

 

Competição aconteceu na piscina da Vila Olímpica de Manaus com apoio do Governo do Amazonas

Com novos recordes sendo estabelecidos na piscina da Vila Olímpica de Manaus, o Campeonato Amazonense de Natação 2022 movimentou o final de semana da modalidade aquática. A competição, que aconteceu na sexta-feira (10/06) e no sábado (11/06), contou com o apoio do Governo do Amazonas, por meio da Fundação Amazonas de Alto Rendimento (Faar) e foi organizada pela Federação Amazonense de Desportos Aquáticos (Fada).

“Ficamos animados que o Campeonato Amazonense de Natação foi um sucesso. A nova geração de atletas pode contar com o apoio do Governo do Amazonas para que o seu desenvolvimento seja realizado, pois estamos prontos para receber competições no nosso complexo e fomentar o esporte para que mais recordes sejam estabelecidos”, disse Jorge Oliveira, diretor-presidente da Faar.

Nadadora desde os 6 anos de idade, Adrielle Marcela, de 12 anos, estabeleceu o recorde brasileiro petit, nos 1.500 metros livre, na sexta-feira, com a marca de 19m16s20. No sábado, a jovem também venceu os 200 metros borboleta, com um tempo de 2m34s35, além dos 800 metros livre, estabelecendo a marca de 10m06s79 e os 200 metros medley, com o tempo de 2m40s03.

Animada com a sua performance, a atleta do instituto Pedro Nicolas disse. “Fico muito feliz com as minhas vitórias. Isso é fruto do meu treinamento, mostra o quanto estamos no caminho certo para que mais conquistas cheguem no futuro e eu possa trazer medalhas para o Amazonas com o passar do tempo na minha carreira”, disse Adrielle, que levou o troféu Eficiência no feminino.

Quem “nadou de braçadas” no amazonense foi o atleta Caio Arcos, do Instituto Pedro Nicolas, que na sexta-feira, estabeleceu os recordes nas provas 400 metros medley, com o tempo de 4m43s73 e os 100 metros costa com a marca de 1m00s69.

Já no sábado, Caio levou nos 200 metros costa com o tempo de 2m13s86 e nos 100 metros livre com os seus 52s49, também estabelecendo recordes em ambas as provas. Ainda no sábado, o atleta ainda venceu os 200 metros medley e os 50 metros livre, com as marcas de 2m10s87 e 24s31, respectivamente.

“Fiquei muito feliz com os meus resultados, fiquei a 9 centésimos do recorde absoluto do Amazonas nos 100 metros livre. Agora é focar no Campeonato Brasileiro, que vai acontecer na Bahia”, disse o jovem atleta, que também levou o troféu de índice técnico da competição.

Coroado com o troféu Eficiência, Raylson Bruno, 15, venceu os 100 e 200 metros peito, estabelecendo os tempos de 1m09281 e 2m35s87, em cada uma das provas do Amazonense. Yasmin Beatriz, de 16 anos, ficou com o troféu índice técnico e venceu a prova de 100 metros borboleta marcando o tempo de 1m07s59.

A competição levou mais de 100 atletas para a piscina da Vila Olímpica e contou com competidores locais, além de convidados vindos do estado de Roraima.

Confira o resultado geral por equipes

Instituto Pedro Nicolas: 1.220,00
Asa Aquática: 262,00
Aquática Marinho: 257,00
Aquática Nobre: 187,00
CTAM/SESI: 157,00
Aquática Manaus: 120,00

FOTOS: Mauro Neto/Faar

Comentários

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin