canal 2.1

CANAL 513

FM 97,7

CANAL 20.1 (PARINTINS)

FM 95.9 (Parintins)

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

 

Visita foi ação para troca de conhecimento sobre sistemas utilizados

A Secretaria de Administração Penitenciária do Amazonas (Seap) recebeu, na quinta e nesta sexta-feira (09 e 10/06), uma equipe de servidores da Secretaria de Administração Penitenciária do Maranhão, para troca de conhecimento no desenvolvimento sobre os softwares que são utilizados no sistema prisional.

A visita técnica tem como objetivo proporcionar à Seap ter um sistema único na área de gestão prisional, visando a segurança da informação, dando autonomia para moldar conforme a necessidade local de cada unidade. Atualmente, a secretaria utiliza dois sistemas, o Supervisão de Gestão de Pessoas (SGP) e o Sistema Integrado de Administração Prisional (Siap), que realizam a conferência dos internos de forma rápida.

Com o intercâmbio, a Seap visa a troca de conhecimento entres os servidores que atuam no setor de Tecnologia da Informação (TI), objetivando sempre a eficiência das ferramentas e o controle total das informações.

De acordo com o chefe do setor de TI da Seap, Marcus Prado, neste primeiro momento, a visita técnica serviu para demonstrar o sistema já utilizado pela Seap do Estado do Maranhão, pontuando as necessidades da Seap e aperfeiçoando para uso pelo órgão amazonense de administração penitenciária.

Primando pela economicidade, a Seap do Amazonas buscou o Sistema de Informação, Inteligência e Segurança Penitência (Siisp), já em uso no Maranhão. O sistema tem como objetivo obter informações da pessoa privada de liberdade em tempo real, sem custo com papel e deslocamento com escoltas e outros custos operacionais.

O sistema poderá ser utilizado pelo Poder Judiciário e Forças Policiais, conforme ressaltou Olavo Azevedo, supervisor de Informação e Tecnologia da Seap do Maranhão.

O secretário executivo adjunto da Seap, coronel André Luiz Gioia, ressaltou a importância da visita técnica para, após análise dos sistemas pelo setor de TI da Seap e viabilidade de estudo, formatar um sistema único integrado, de modo que todas as unidades tenham as mesmas informações, objetivando a excelência nos trabalhos.

FOTOS: Divulgação/Seap

Comentários

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin